http://babosaacuradetodososmales.blogspot.com/ BABOSA, A CURA DE TODOS OS MALES: Junho 2010

domingo, 27 de junho de 2010

RECEITA DE SUCO CASEIRO DE BABOSA

Para preparar o suco caseiro de Babosa Aloe vera você deve pegar duas ou três folhas da planta, abrir as folhas ao meio retirar somente o gel, descartanto a parte externa, bata no liquidificador com alguma fruta, pode ser maçã, morango ou pêra, adoce com mel puro a gosto e sirva-se de um copo pela manhã outro ao meio-dia e outro á noite sempre uns 10 minutos antes de cada refeição, é ótimo para a limpeza do intestino é bom para a pele, cabelo e para fortalecer o organismo.

sábado, 26 de junho de 2010

TIPOS MAS COMUNS DE BABOSA UTILIZADOS COMO REMÉDIO.



Dos quase 400 tipos de babosa, apenas 4 são comestíveis e benéficos para a saúde. Por isso não se deve colher qualquer babosa que se encontra no jardim, com o risco de sofrer uma intoxicação.


As espécies mais utilizadas como medicinais são a Aloe vera, que nasce em forma de tufo e produz flores amarelas e a Aloe arborescens, que nasce em torno de um pequeno tronco e produz flores alaranjadas e vermelhas

A Aloe arborescens possui em 70% do princípio ativo contra o câncer. Conforme o Instituto Palatini, de Salzano, Veneza, a Aloe arborescens é mais rica em propriedades medicinais que a Aloe barbadenses em 200% porque as propriedades medicinais estão nas folhas, e não no gel. O sol é um fator importante para a qualidade funcional da planta.





Livro “O Câncer tem Cura”, Frei Romano Zago

BABOSA DE A a Z.


Vejam só porque dizem que a babosa é um santo remédio:

"BABOSA de A a Z
Extraído do livro: “O Poder Curativo da Babosa (Aloe Vera)” de Neil Stevens

...”a babosa tem sido utilizada para tratar uma enorme variedade de problemas médicos e cada dia as pesquisas e obras especializadas sugerem novos usos. O amplo espectro de suas funções converteram-na em
um remédio polivalente”...

- É um excelente limpador e anti-séptico natural;
- Penetra facilmente na pele e nos tecidos;
- Atua como anestésico, acalmando todos os tipos de dores e tranqüilizando os nervos;
- Possui uma grande atividade bactericida;
- Destrói numerosos tipos de vírus;
- É fungicida, antiinflamatória, antipruriginosa (detém a coceira);
- É altamente nutritiva (contém vitaminas, minerais e açúcares);
- Dilata os capilares sangüíneos aumentando a circulação na região afetada;
- Decompõe e elimina os tecidos mortos (inclusive o pus);
- Favorece o crescimento celular normal (acelerando a cura de chagas e feridas);
- Hidrata os tecidos;
- É antipirética (elimina a sensação de calor nas chagas, úlceras e inflamações);

A seguir, alguns dos problemas para os quais a babosa tem sido
utilizada com sucesso:

A - abcessos, acidez no estômago, acne, afonia, aftas, Aids, alergias, amigdalite, anemia, anorexia, arteriosclerose, artrite, asma.
B - bolhas, bronquite, bursite.
C - cãibras musculares, calvície, câncer, candidíase, carbúnculo, caspa, cataratas, catarro, celulite, ciática, cirrose, cistite, coceiras de todo tipo, cólicas, colite, congestão intestinal, congestão nasal, contusões, cortes ao barbear-se, cortes.
D - dependências (de drogas diversas), depressão, dermatite, desânimo, diabetes, disenteria, distensões, doenças das gengivas, doenças dos olhos, dores de cabeça, dores de dente, dores de estômago, dores musculares, dores nas articulações.
E - edema, enterite, enxaquecas, epiderme, erisipela, erupções, esclerose múltipla, esgotamento, esterilidade devido a ciclos anovulatórios, exantema.
F - febres sem motivo, feridas de todo tipo, flatulências, fungos, furúnculos.
G - gangrena, glaucoma, gota, gripe.
H - halitose, hemorróidas, hepatite, herpes genital, herpes zoster, hipertensão.
I - icterícia, indisgestão, infecções por leveduras, infecções da bexiga e rins, insônia, insuficiência arterial, irritação bucal.
L - laringite, lepra, leucemia, lupus, luxações.
M - manchas na pele, manchas senis, mãos ásperas, meningite, miopia, mordida de cobra.
N - náuseas de todo tipo.
O - obesidade.
P - parasitos intestinais, pé-de-atleta, pele seca, picadas de escorpião e insetos, prostatite, psoríase.
Q - queimaduras (térmicas, por radiações, solares, químicas ou por líquidos), queratose folicular.
R - rachadura nos mamilos, resfriados.
S - sapinho, seborréia, sinusite.
T - tendinite, torceduras, torcicolos, tosse, tracoma, tuberculose.
U - úlcera do duodeno, úlcera péptica, úlceras em geral, úlceras nas pernas, unhas encravadas, urticária.
V - vaginite, varizes, vírus de Epstein.
Z - zoster (herpes).

RUGAS, RADICAIS LIVRES E BABOSA
É um fato, que com a idade avançada as células humanas se renovam cada vez mais devagar e a pele fica ressecada. Pessoas jovens tem até 7 camadas de células, no passar dos anos estas camadas se reduzem e a pele afina. Com idade mais avançada, tem-se de 2 a 3 camadas. Além disso, acontece uma perda de elasticidade e começam a aparecer rugas. Esses efeitos são agravados ainda mais pelos radicais livres, causados pelos processos metabólicos oxidantes; também os raios ultravioletas do sol produzem radicais livres. Fazendo bom uso da Aloe interna e externamente, as células regeneram-se e são protegidas, dos radicais livres, destruidores. A camada basal germinativa da epiderme é estimulada e a produção de células aumenta, retardando deste modo o envelhecimento da pele.

Quando estudamos os mais de 200 ingredientes da Aloe que foram encontrados até hoje, compreendemos porque cada vez mais pessoas no mundo inteiro, a utilizam. Ela possui valiosas vitaminas, minerais, enzimas, aminoácidos e vários tipos de mono e olissacarídeos, que estão na forma orgânica, facilitando a absorção e aproveitamento desses nutrientes.
As indicações do uso da aloe podem ser lidas nos escritos do Dioskurides que se encontram na Biblioteca Nacional da Áustria e nos vários livros do Aloe Vera Research Institute USA, além de algumas literaturas em português.

Vejamos alguns casos descritos nesses livros, onde foram utilizados com sucesso, o suco ou pomadas a base de aloe: queimaduras tanto de cozinha, solda, radioatividade ou sol, feridas, problemas digestivos, próstata, diferentes tipos de câncer, queda de cabelo, ulcerações, hemorróidas, varizes, artrites, alergias, psoríases, escleroderma, escaras, eczemas, infecções, acne, manchas marrons na pele, rugas, picadas de insetos, úlceras de estômago, gastrites, azia, problemas nos olhos ouvidos ou laringe.

CÂNCER TEM CURA!


Manual que ensina, de maneira prática e econômica, a tratar, sem sair de casa, do câncer e de outras doenças, sem mutilações, sem aplicações nem remédios, sem efeitos colaterais.



Toma nota: meio quilo de mel de abelha, duas folhas de babosa e três ou quatro colheres de cachaça. — Explica-te. — Não tenho mais nada a explicar ou a acrescentar. É o que acabas de ouvir. Removem-se os espinhos dos lados da folha e alguma sujeira que a natureza aí poderia acumular. Tocam-se os três elementos — o mel, babosa e cachaça — no liquidificador. Batem-se bem, até se obter uma espécie de ligeiro creme. E... está pronta a poção que pode curar o câncer...

E como se toma aquele creme ou batida? — Uma colher das de sopa, de manhã, outra, ao meio-dia, e uma terceira à noite. Sempre antes das refeições, assim uma questão de dez, vinte a trinta minutos. Agite bem o frasco, antes de servir-se de seu conteúdo. Guardar na geladeira (fundo). — Vem cá, meu, mas se esta fórmula é tão eficiente ou milagrosa, por que não é divulgada? Devia ser anunciada pelo mundo todo! Devíamos contratar espaço nos meios de comunicação, nos programas de maior ibope e divulgar tal descoberta, a fim de que ninguém mais, sobre a face da terra, venha a morrer vítima da implacável doença. — Realmente a fórmula é simples como o ovo de Colombo, mas é que há interesses outros em jogo, os quais impedem a divulgação desta "descoberta da pólvora". O câncer precisa continuar ceifando vidas. Tem mais. Curada a doença, perder-se-ia rica mina de fazer dinheiro. O câncer, como o anticoncepcional, é responsável para manter um pouco reduzido o número de pobres no mundo e, com isso, garantir fatia maior do bolo à mesa dos ricos. É que rico reúne condições para enfrentar longo e caro tratamento, sofisticado até. Pobre, como dispõe de recursos limitados, acometido de câncer, tem que morrer. É a política de quem manda no Planeta. Receita retirada do livro (O CANCER TEM CURA!) do Frei Romano.
espero que essa receita possa te ajudar !
é sempre importante ressaltar aos portadores da doença que não abandone seu tratamento médico, e que esse tratamento com a babosa é um tratamento alternativo.
Acima de tudo devemos creer em Deus que pode todas as coisas!.

A cura da sua doença pode estar plantada no seu quintal


BABOSA OU ALOE VERA UM PODEROSO ALIADO DA NOSSA SAÚDE.

A conhecida Aloe Vera ou Babosa é uma planta da família das Liliáceas que possuí inúmeras propriedades regeneradoras, curativas, umectantes, lubrificantes e nutritivas. Chamada de "a planta da saúde e beleza", tem seu uso documentado desde a época do antigo Egito, com passagens na Bíblia e antigos documentos fenícios. Também há relatos que Alexandre Magno usava Aloe Vera como único paliativo para os ferimentos de guerra. Inúmeras e renomadas instituições científicas e docentes, como o Instítuto de Ciências e Medicina Linus Pauling, de Palo Alto, Califórnia; Instituto Weisman de Israel, Universidade de Oklahoma e outros, têm efetuado estudos formais sobre a Aloe Vera. Depoimento de Mahatmãn Ghandi
"Vocês me perguntam quais eram as forças secretas que me sustentavam durante minhas longas jornadas. Bem, foi a minha inabalável fé em Deus, meu simples e moderado estilo de vida, e a Aloe, cujos benefícios eu descobri quando cheguei na África no final do século XIX."
Propriedades Apoiada por provas de laboratório como o Instituto de Ciências Médicas Linus Pauling, de Palo Alto, Califórnia, o Conselho Internacional de Ciência do Aloe (IASC) e a Universidade de Oklahoma trabalham em estudos oficiais sobre a Babosa. Muito bem, e quais são essas propriedades que fazem desta planta uma "Imperatriz"? O Dr. Greg Henderson, diretor de uma clínica naturalista, no estado da Califórnia, apoiado em provas de laboratório, menciona as seguintes propriedades da babosa: 1) Ação Anestésica: A Aloe Vera reduz a dor ao ser aplicada no lugar do ferimento devido a sua grande capacidade de penetração, ocasionada pela presença de LIGNINA, vantagem que não é encontrada na maioria dos outros produtos. 2) Ação Anti-inflamatória: A Aloe Vera tem uma ação similar à dos esteróides como a cortisona, porém sem os efeitos nocivos que esta provoca. Por esta razão, pode utilizar-se em todos os transtornos inflamatórios, como a bursite, artrite ou picadas de inseto. 3) Ação Coagulante: Como a Aloe Vera contém alto conteúdo de cálcio e potássio, ela provoca a formação de uma rede de fibras que retém os eritrócitos do sangue, ajudando assim a coagulação e a cicatrização necessária. O cálcio é um elemento muito importante para o bom funcionamento do sistema nervoso e para a ação muscular, sendo um grande catalisador em todo o processo de cicatrização. 4) Ação Queratolítica: Esta ação permite que a pele danificada ou ferida se desprenda, havendo uma renovação de tecidos com células novas. Permite que exista também um maior fluxo sanguíneo através de veias e artérias, livrando-as de pequenos coágulos. 5) Ação Antibiótica: Comprovou-se que a Aloe Vera inibe a ação destruidora de muitas bactérias, como a Salmonella e os Staphylococcus que produzem o pus, etc. É um produto excelente para a eliminação bacteriana, bem como para a sua prevenção. 6) Ação Desintoxicante: Desintoxicação = eliminação + regeneração + assimilação Devido ao potássio que a Aloe Vera contém, ela melhora e estimula o fígado e os rins, que são os principais órgãos de desintoxicação. A Aloe contém ácido urônico, o qual elimina as toxinas ao nível celular. 7) Ação Nutritiva: A Aloe Vera contém 18 dos 23 aminoácidos (componentes das proteínas) que o organismo necessita para formação de células e tecidos. Além disso, contém enzimas necessárias aos processamento dos carboidratos, das gorduras e das proteínas no estômago e no intestino. 8) Ação Digestiva: A Aloe Vera contém uma grande quantidade de enzimas. Algumas enzimas podem ser produzidas pelo organismo (ex.: pelo pâncreas), porém outras não o são, havendo portanto a necessidade de serem adquiridas externamente. Durante o processo digestivo, as enzimas transformam as proteínas, convertendo-as em aminoácidos; os carboidratos em açúcares (glicose) e as gorduras em ácidos graxos. E desta forma esses elementos transformados são absorvidos pelo intestino e levados à corrente circulatória. 9) Ação Energizante: A Aloe Vera ajuda no bom funcionamento do metabolismo celular, isto é, ajuda na produção da energia que o corpo necessita. Além disso, devido a seu conteúdo de vitamina C, ela produz uma ação que melhora e estimula a circulação e o bom funcionamento do aparelho cardiovascular. A vitamina C não é produzida pelo organismo, por isso temos de buscá-la externamente. Esta vitamina é muito importante para o fortalecimento do sistema imunológico, do aparelho circulatório, do aparelho digestivo, intervindo na prevenção da maioria das enfermidades. 10) Ação Reidratante da Pele: A Aloe Vera penetra profundamente na pele e restitui os líquidos perdidos, além de restaurar os tecidos danificados de dentro para fora, como acontece no caso das queimaduras, tanto as ocasionadas por fogo, por radiação ou pelo sol. 11) Ação Transportadora: A Aloe Vera é um veículo perfeito para transportar profundamente para dentro da pele outras substâncias ou elementos aos quais está combinada. Esta é a razão pela qual existem milhares de produtos cosméticos e medicinais misturados com Aloe. 12) Ação Regeneradora Celular: A Aloe Vera possui o hormônio que acelera o crescimento de novas células e além disso elimina as células velhas. Graças a presença de cálcio na Aloe Vera, as células podem manter seu equilíbrio interno e externo, proporcionando assim melhor saúde celular a todos os tecidos do corpo, porque o cálcio regula a passagem dos líquidos nestas células. Esta planta milenar será a ferramenta mais importante contra o câncer no futuro, embora já está comprovado desde 1939 que Aloe Vera previni, combate e cura o câncer. O Dr. Faith Strickland, do Centro de Câncer Anderson, da Universidade do Texas, assegura que Aloe Vera evita que o sistema imunológico da pele se danifique. Uma característica importante é que a Aloe Vera contém 18 aminoácidos que o corpo humano necessita para a formação de proteínas. As Propriedades e Atividades do Aloe Vera Gel Estabilizado Foi observado e relatado como propriedades ou atividades do Aloe Vera quando utilizado internamente (como bebida) ou aplicado externamente sobre a pele ou cabelo: 1) É um limpador natural devido à presença de saponinas. 2) Penetra no tecido devido ao seu conteúdo de lignina. 3) Anestesia o tecido na área sobre a qual é aplicado, aliviando a dor profundamente abaixo da superfície, incluindo dores associadas a juntas e músculos inflamados. 4) É bactericida quando em alta concentração por várias horas em contato direto com a bactéria, enquanto os antibióticos matam bactérias quando altamente diluídos.
5) Pode reduzir sangramentos. 6) É viricida e fungicida quando em contato direto com uma alta concentração e por um Iongo período de tempo. 7) É anti-pirético - reduzindo o calor da febre causada por úlcera. 8) É anti-inflamatório. Atua como um esteróide mas sem efeitos colaterais. 9) Acaba com coceiras e ardência. 10) É umedecedor natural levando a umidade a todas as camadas da pele. 11) Estimula a divisão celular. 12) As enzimas proteolíticas quebram os tecidos mortos, limpando a ferida. 13) Ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo na pele através da dilatação dos capilares. 14) Proporciona saúde à pele e ao corpo, fornecendo uma ampla variedade de vitaminas, minerais, açúcares, enzimas e aminoácidos, essenciais e secundários. 15) Segurança - cada uma das propriedades acima pode ser alcançada com um ou mais tipos de droga. Normalmente elas são caras e têm inúmeros efeitos colaterais.
16) O Aloe Vera em alta concentração pode produzir esses efeitos, porém sem efeitos colaterais.
As VITAMINAS e seus campos de atuação mais importantes: A (Beta Caroteno) Visão, pele, ossos e contra a anemia. B1 (Tiamina) Crescimento dos tecidos e energia. B2 (Riboflavina) Associada a vitamina B6 participa da produção das células sangüíneas. B3 (Niacina) Participa da regulamentação do metabolismo. B6 (Piridoxina) Associada a vitamina B12 participa da produção das células sangüíneas. B12 (Cianocobalamina) Contra a anemia e problemas neuro-patológicos. C (Ácido Ascórbico) Combate as infecções estimulando o sistema imunológico. E (Tocoferol) Juntamente com a vitamina C combate infecções. Ácido Fólico (do Complexo B) Auxilia a formação do sangue. Os MINERAIS e seus campos de atuação mais importantes: A Aloe Barbadensis contêm mais de 20 minerais essenciais à saúde. Vamos identificar alguns: Fosfato de Cálcio Crescimento dos dentes e dos ossos, alimento do sistema nervoso. Potássio Regula os fluídos do sangue e dos músculos, dos batimentos cardíacos. Ferro Absorve o oxigênio para dentro dos glóbulos sangüíneos e aumenta resistência às infecções. Sódio Juntamente com o potássio regula os fluídos do corpo e transporta os aminoácidos e a glicose para dentro das células. Colina Um dos compostos da lecitina, indispensáveis ao metabolismo. Magnésio e Manganês: Preservam o sistema nervoso e os músculos. Cobre Participa da formação do sangue. Cromo Colabora no controle do nível de açúcar no sangue, do metabolismo, da glicose e da circulação. Os MONO E POLI SACARÍDEOS e seus campos de atuação mais importantes: Os polissacarídeos de cadeias longas parecem ser os verdadeiros responsáveis pelos efeitos milagrosos gerados pela utilização da Aloe Vera. Eles são diametralmente opostos aos monosacarídeos (açúcares simples) que não podem ser destruidos pela água. São eles: Celulose Glicose Manose Aldopentose Ácido Urônico Lipase Alínase L-raminose Aceman recentemente descoberto e tendo se tornado o maior foco da maioria das pesquisas sobre Aloe Vera, vem sendo apontado como o maior responsável pela ação “milagrosa” da Aloe como agente contra doenças auto-imunes do tipo câncer, AIDS, reumatismo, artrite, alergias. Os AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS e seus campos de atuação mais importantes: Os aminoácidos são os elementos que compõem as proteinas. AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS: São aqueles que o organismo não consegue produzir.
Fundamentais às funções cerebrais, eles também exercem uma ação direta sobre as reações emocionais.
Dentre os oito aminoácidos classificados como essenciais, sete estão presentes na Aloe Vera Barbadensis Miller. AMINOÁCIDOS SECUNDÁRIOS: Dentre os 14 secundários, isto é, que o organismo pode produzir a partir dos 8 essenciais, 11 estão presentes na Barbadensis Miller: Àcido Aspártico e Glutâmico; Alanina e Arginina; Cistina e Glicina; Histidina e Hidroxiprolina; Prolina e Serina; Tirosina. As ENZIMAS e seus campos de atuação mais importantes: Brandiquinase Analgésico, anti-inflamatório e estimulante do sistema imunológico. Catalase: evita a acumulação de líquidos no corpo Celulase: ajuda a digerir a celulose Creatina Fosfoquinase: enzima muscular Proteolitiase: liquidifica as proteínas no seu interior Fosfotase, Amilase e Nucleotidase. Outras substâncias, não menos importantes que as outras apresentadas anteriormente, são as seguintes: Ácidos Graxos: são os ácidos instaurados indispensáveis à saúde. Dentre esses, o ácido Caprílico é utilizado no tratamento de micoses. Lignina: penetração rápida até a terceira camada da pele. Saponinas: são ao mesmo tempo depurativas e anti-sépticas. Antraquinonas: analgésicas e laxativas. Aloína: antibiótica e cartática. Isobarbaloína: analgésica e antibiótica. Ácido Aloético: antibiótico. Aloe Emodina: bactericida e laxativa. Ácido Cinâmico: germicida e fungicida. Óleo Etéreo: tranquilizante. Ácido Crisofânico: fungicida para a pele. Antranol e Resistanol Pesquisa Bioeletrográfica no consumo de Aloe Vera Estudo completo sobre a pesquisa A Bioeletrografia é um método de obter a fotografia de uma luminosidade que envolve os vivos e não-vivos, tais como: minerais, vegetais, animais e humanos. A obtenção dessas fotografias se dá através de um gerador específico de alta tensão, capaz de gerar uma corrente elétrica apropriada para impregnar a “energia humana” em uma fotografia, quando uma parte do corpo está em contato com o filme, neste caso, o dedo indicador da mão direita... Depoimento "Após o uso do suco de Aloe Vera tenho melhorado cada vez mais meu bem-estar... Através das experiências com a Bioeletrografia, só ficou mais claro o quanto é importante cuidar da saúde física, vital, emocional e mental." Loelmo Coelho Gonçalves (empresário)
Brasil - São Paulo - SP
Os Capilarem determinam nosso destino Michael Peuser, um dos maiores pesquisadores no mundo sobre o grande poder medicinal da planta, autor dos livros “Câncer, onde está tua vitória?” e “Aloe, a Imperatriz das Plantas Medicinais” descobriu o papel decisivo que os capilares exercem sobre a saúde, resultando na “Doutrina dos Capilares”. Segundo ele, “ nos 150.000 km de vasos capilares que existem em nosso organismo, dá-se o metabolismo de vital importância que depende do diâmetro dos finíssimos vasos capilares".... Mais Conclusões Finais Segundo o Dr. Peter Atherton, Aloe Vera não é uma panacéia para todas as doenças e não há mágica nela. "Eu acredito, que ela funcione primariamente nas duas áreas já mencionadas: tecidos epiteliais e sistema imunológico. Isso é largamente registrado por casos evidenciados por milhares de pessoas através dos séculos que relataram os vários benefícios em problemas de pele como eczemas, psoríase, úlceras, queimaduras, acne e picadas de insetos. Eles acharam o alívio em doenças intestinais como colite, diverticolite e síndrome do cólon irritado. Outras condições resultantes de uma desordem no sistema imunológico como artrites, asma, Síndrome de fadiga pós viral e lupus eritematoso, melhoraram depois da ingestão regular do gel da Aloe Vera. Aloe Vera portanto, tem um papel complementar a cumprir no tratamento de várias condições. É muito importante contudo, que as pessoas procurem sempre seus médicos quando o diagnóstico for duvidoso ou quando não encontrarem melhoras em suas condições de saúde. Se autodiagnosticar pode ser muito perigoso uma vez que uma doença grave pode parecer algo sem importância algumas vezes". Sobre o Autor
Dr. Peter Atherton
MB Chb. D. Obst. RCOG. MRCGP. Graduado em 1968 na Universidade de Leeds e após 6 anos no Corpo médico do exército Real, se tornou clínico geral. É atualmente Sócio Sênior de um treinamento prático com interesses especiais em dermatologia. Trabalhou 3 anos no departamento de dermato de um hospital regional. Esses interesses combinados com um grande conhecimento das qualidades das plantas medicinais adquiridos enquanto servia no oriente e na Índia que o levaram à sua fascinação pela Aloe Vera. Ela dá diversas palestras sobre os aspectos medicinais da Aloe e é o autor de "Aloe Vera Essencial", seu trabalho definitivo sobre o assunto. Ele é um pesquisador da GIFTS of HEALTH e também freqüentemente um pesquisador temporário na Universidade de Green e Oxford.

Há vários tipos de Babosa ou ALoe Vera, mas nem todas as espécies possuem todas as propriedades necessárias para atuar corretamente no organismo. Muitos relatos existem de pessoas que foram curadas de câncer, derrame, mal de parkinson e outras doenças por tomarem o suco da Babosa mas ao tomarem alguns não vêm nenhum desses resultados por fazerem uso de uma planta que não possue todos os nutrientes necessários para obter a cura. A espécie da Babosa mais completa é a ALOE VERA
'BARBADENSIS MILLER''< xml="true" ns="urn:schemas-microsoft-com:office:office" prefix="o" namespace="">

COMPOSIÇÃO DA ALOE VERA
'BARBADENSIS MILLER''

1. As VITAMINAS e sua principal atuação:

Complexo 13: Tiamina-B1, Riboflavina-B2 e Niacina-B3

A (Beta Caroteno)
Visão, pele, ossos e contra a anemia

B1 (Tiamina)
Crescimento dos tecidos e energia

B2 (Riboflavina)
Associada a vitamina B6 participa da produção das células sangüíneas.

B3 (Niacina)
Participa da regulação do metabolismo

B6 (Piridoxina)
Associada à vitamina B12, participa da produção das células sangüíneas.

B12 (Cianocobalamina)
Combate a anemia e problemas neuro-patológicos.

C (Ácido Ascórbico)
Combate as infecções estimulando o sistema imunológico.

E (Tocoferol)
Juntamente com a vitamina C, combate infecções.

Ácido Fólico (do Complexo B)
Auxilia na formação do sangue.



2. Os MINERAIS e sua principal atuação:

Fosfato de Cálcio
Crescimento dos dentes e dos ossos, alimento do sistema nervoso.

Potássio
Regula os fluídos do sangue e dos músculos, além dos batimentos cardíacos.

Ferro
Absorve o oxigênio para dentro dos glóbulos sangüíneos e aumenta a resistência às infecções.

Sódio
Juntamente com o potássio, regula os fluídos do corpo e transporta os aminoácidos e a glicose para dentro das células.

Colina
Um dos compostos da lecitina, indispensável ao metabolismo.

Magnésio e Manganês
Preservam o sistema nervoso e os músculos.

Cobre
Participa da formação do sangue

Cromo
Colabora no controle do nível de açúcar no sangue, do metabolismo, da glicose e da circulação.


3. Os MONO E POLISSACARÍDEOS e seus campos de atuação mais importantes:

Os polissacarídeos de cadeias longas parecem ser os verdadeiros responsáveis pelos efeitos milagrosos gerados pela utilização da Aloe Vera. Eles são diametralmente opostos aos monosacarídeos (açucares simples) que não podem ser destruidos pela água. São eles:

Acemannan: recentemente descoberto e tendo se tornado o maior foco da maioria das pesquisas sobre Aloe, vem sendo apontado como o maior responsável pela ação “milagrosa” da Aloe como agente contra doenças auto-imunes do tipo câncer, AIDS, reumatismo, artrite, alergias.
Glicose

Celulose
L-raminose

Manose
Aldopentose

Ácido Urônico
Lipase

Alínase



AMINOÁCIDOS

Os aminoácidos são os elementos constituintes das proteínas e enzimas. Em algumas ocasiões chamados de proteínas dissolvidas. Dependendo do que e de como se combinam, os aminoácidos é que produzem os diversos tipos de proteínas.

O organismo necessita de 22 aminoácidos principais dentre os quais oito (nove na infância) são essenciais e 13 não essenciais. O fígado sintetiza os 13 aminoácidos não essenciais, porém os 8 (9) restantes devem ser obtidos pela em fontes alimentícias externas.

4. Os AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS:

Valina, Leucina e Isoleucina
Fenilalanina e Treonina

Metionina e Lisina
Triptofano e Histidina


A ALOE VERA (Babosa) ingerida contém todos os aminoácidos essenciais (que o organismo não produz), daí a sua importância. São eles:

valina; leucina; isoleucina: aminoácidos de cadeia ramificada ou BCAAs (branched chain aminoacids). Estes contribuem consideravelmente para o aumento da resistência física, pois durante as atividades de longa duração são utilizados pelos músculos para o fornecimento de energia. Assim, o consumo de aminoácidos de cadeia ramificada diminui a degradação das proteínas corporais favorecendo a hipertrofia muscular;

fenilalanina; treonina; metionina; lisina; triptofano (a histidina é um aminoácido essencial na infância e também está contida no Aloe Vera).

Os Aminoácidos são os elementos que compõem as proteinas e enzimas.
Aminoácidos essenciais são aqueles que o organismo não consegue produzir. Fundamentais às funções cerebrais, eles também exercem uma ação direta sobre as reações emocionais. Dentre os oito (9) aminoácidos classificados como essenciais, todos estão presentes na Aloe Vera Barbadensis Miller.


5. Os AMINOÁCIDOS SECUNDÁRIOS

Dentre os 13 secundários, isto é, os que o organismo pode produzir a partir dos 8 essenciais, 10 estão presentes na Barbadensis Miller.

Ácido Aspártico e Glutâmico
Alanina e Arginina

Cistina e Glicina
Histidina e Hidroxiprolina;

Prolina e Serina
Tirosina


Aminoácidos não-essenciais:
Alanina, arginina, ácido aspártico, asparagina, ácido glutâmico, cistina, cisteína, glicina, glutamato, hidroxiprolina, prolina, serina e tirosina.

6. As ENZIMAS e seus campos de atuação mais importantes:

Brandiquinase
Analgésico, anti-inflamatório e estimulante do sistema imunológico.

Catalase
Evita a acumulação de líquidos no corpo

Celulase
Ajuda a digerir a celulose

Creatina Fosfoquinase
Enzima muscular

Proteolitiase
Liqüidifica as proteínas no seu interior

Fosfotase, Amilase e Nucleotidase



7. Algumas outras substâncias conhecidas e importantes, que a Aloe Vera contém:

Ácidos Graxos
São os ácidos instaurados indispensáveis à saúde. Dentre esses, o ácido Caprílico é utilizado no tratamento de micoses.

Lignina
Penetra facilmente na pele.

Saponinas
São ao mesmo tempo depurativas e anti-sépticas.

Antraquinonas
Analgésicas e laxativas.

Aloína
Antibiótica e cartática.

Isobarbaloína
Analgésica e anbitiótica.

Ácido Aloético
Antibiótico.

Aloe Emodina
Bactericida e Laxativa.

Ácido Cinâmico
Germicida e fungicida.

Óleo Etéreo
Tranqüilizante.

Ácido Crisofânico
Fungicida para a pele.

Antranol e Resistanol.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

O Poder de Cura da Babosa!


Olá Amigos,
criei esse blog no intuito de divulgar um pouco sobre a babosa, essa planta que desde minha infância eu vejo plantada no quintal da minha mãe e no quintal das mães de meus amigos de infância, lembro-me que na frente da minha casa, na calçada de uma vizinha chamada dona Maria, ela tinha plantada uma das várias espécies existente de babosa, minha irmã e suas amigas sempre pegava algumas folhas para aplicar no cabelo, me lembro também um fato ocorrido, quando uma vizinha sofreu um acidente doméstico, deixando cair sobre sua barriga uma panela com água fervendo, ela ficou com uma ferida horrível em sua barriga, foi ao pronto-socorro, recebeu o devido atendimento, o médico mandou ela comprar uma pomada para aplicar diariamente, mas a pomada não deu resultado algum, seu ferimento infeccionou, inflamou e ela coitada ficou por varios dias sofrendo de dor e constrangimento com esse ferimento, até que alguém lhe recomendou que fisesse uso de algumas folhas de babosa, retirasse o gel e aplicasse no ferimento, algo maravilhoso aconteceu, no mesmo momento ela sentiu um refrigério, a dor que ela sentia passou instântaneamente e em poucos dias ela viu a ferida fechando-se e cicatrizando e logo sarou completamente, bom esses são alguns dos beneficios dessa planta milagrosa.
como surgiu meu interesse sobre essa planta?
R:recebí o convite de um conhecido para assistir uma palestra de uma empresa que trabalha com produtos a base de aloe-vera (babosa), fiquei curioso em saber das variadas funções desta planta, comecei a fazer pesquisas na internet sobre o assunto e fiquei maravilhado com o que ví e ouví, até comecei a tomar uma receita que peguei na internet e já comecei a ver os resultados em poucos dias de uso da receita.
estava com o intestino desregulado há varios dias, tudo que comia me fazia mal, comia qualquer coisa e tinha que correr para o banheiro, era muito ruim, há menos de uma semana tomando a receita, meu instestino já está normal.
segue abaixo a receita que estou tomando.

A babosa, podemos dizer que ela é uma das plantas curativas mais perfeitas que encontramos na Natureza. Basta dizer que dos
22 aminoácidos de que nosso organismo precisa, ela responde com 18. Sem exagero é uma completa farmácia, que Deus pôs
gratuitamente à disposição das pessoas. Embora não seja propriamente um remédio... mais do que um remédio é um integrador
alimentar. Ela fortalece o sistema imunológico enfraquecido. Noutras palavras, reforça as defesas naturais do organismo, que,
ao longo dos anos, podem ir cedendo por fatores físicos (má alimentação, cigarros, bebidas) ou psíquicos (frustrações,
fracassos), e cedendo às resistências, abre-se o caminho à instalação de doenças. Então a babosa começa fazendo uma imensa
varredura no organismo, limpando o sangue. E com o sangue limpo, tudo começa a funcionar bem. Mais ou menos como um carro,
quando você lhe coloca combustível de boa qualidade. A maior sensação da babosa é a sua capacidade de curar o câncer. Muitos
tipos de câncer: cérebro, pulmão, fígado, intestino, garganta, mama, útero, ovário, próstata, rins, pele, leucemia... Além do
câncer, cura outras doenças também, como alergias, aftas, asma, anemia, cólicas, cãibras, artrose, queimaduras, insolação,
doenças de pele, gangrena, diabetes, hemorróidas, furúnculos, feridas venéreas, infecção na bexiga e rins, reumatismo,
insônia, icterícia, lepra, dor de ouvido, cabeça, fígado e estômago, picada de insetos, próstata, úlceras gástricas, varizes,
verrugas e vermes. Como vê é uma farmácia completa.
AIDS não cura, mas freia, trava o processo do vírus, de tal forma que depois de três ou quatro doses recupera o seu
organismo, sobretudo o fígado, que é o primeiro a desmoronar.
Qualquer pessoa por mais simples, até analfabeta, até uma criança que sabe fazer batida de mamão pode preparar a poção. Equipamento especial, nenhum. Um liqüidificador e pronto. Porque a força curativa está na própria planta.
A babosa não tem contra-indicações. Sua múltipla ação como fungicida, bactericida, laxante, diurético, só pode beneficiar o organismo. Só pode restaurá-lo. Não destrói nada, ao contrário, repões o que lhe falta. Criança pequena não faz diferença. Se ela está doente, a dose é mesma de adultos. Mas se quer tomar apenas como reforço ao seu sistema imunológico, aconselharia a começar de uma colherinha de chá e ir aumentando até uma dose maior.
Durante o tratamento, podem acontecer reações estranhas, porque o organismo está se livrando das toxinas que as pessoas têm dentro de si.
Então, por exemplo, ela pode ter desarranjo intestinal; coceiras, pequenas manchas na pele, pode até ter bolhas, fezes mais fétidas, urina mais escura, erupções nas pontas dos dedos e coisas do gênero.
Portadores de câncer, que não suspendam o tratamento, por que isto é bom sinal. É um sintoma ótimo, significa que o preparado está produzindo seus efeitos.
Como preparar: Babosa
1- Duas, três ou mais folhas de babosa, de maneira que postas em fila, somem um metro; meio quilo de mel puro e umas quatro colheres de alguns destes destilados: cachaça de alambique, conhaque, Wisque... Cortar os espinhos das folhas, limpa-las do pó com um pano, pica-las e colocar tudo junto no liqüidificador.
2- A mistura obtida deve ser guardada em uma garrafa ou pote escuro, longe da luz, de preferencia na geladeira.
3- Tomar 3 colheres de sopa ao dia: uma pela manhã 10 minutos antes do café, outra meio dia 10 minutos antes do almoço e uma á noite 10 minutos antes da janta, quando as pepsinas do organismo estão ansiosas para entrar em ação e assim levam os elementos curativos até os confins do corpo. O álcool, que ajuda a dilatar os vasos sanguinios, favorece esta viagem de limpeza geral.
4- O tratamento dura 10 dias e, para repeti-lo deve-se aguardar algum tempo.
5- Quando a coleta das folhas, prefiram-se as mais velhas, colham-se antes do nascer do sol ou depois do sol posto. Nunca em pleno sol, por causa das radiações ultra - violetas e, geralmente uma semana depois da chuva.

Obs: o preparo caseiro da babosa, com casca, não deve ser tomado de forma continuada. Mas só umas quatro vezes ao ano. Aos que são portadores de câncer, aconselha-se um intervalo de 15 dias. Desaconselha-se este preparado para gestantes mães que amamentam. É que a casca da planta possui uma substancia chamada GLICOSIDO BARBALOIN, que age sobre as células do intestino grosso, podendo provocar parto prematuro, por causa do possível aumento de contrações do útero.
ELA ATACA A RAIZ DE TODAS AS DOENÇAS.

Acima de tudo devemos ter Fé em Deus e fazer uso dos recursos que ele nos dispos!